Follow by Email

segunda-feira, 19 de março de 2012

Substituição de rainhas Apis mellifera.

Bom dia meus caros,

Hoje vamos falar sobre a troca ou substituição de rainhas de apis mellifera, lembrando sempre que todo material postado aqui por mim, não é uma regra a ser seguida e sim uma sugestão a ser praticada.Estou postando experiencias próprias vivenciadas por mim ,na prática em nossos apiários.






Algumas vezes tentamos fazer as coisas da forma que nos foram ensinadas, mas o que tenho percebido muito é que as pessoas que multiplicam informações atualmente, muitas vezes sequer teve contato com a prática da atividade que esta relatando.Esta é mais uma das intenções deste BLOG,colocar apenas experiencias vividas e testadas, e hoje isto acontece em todas as áreas,quantas vezes vejo receitas e tento fazê-las em casa mas só de ler dá pra perceber que nunca dará certo, é tipo um cara que bota panca de cozinheiro que tem um programa na TV de manhã e devia se contentar em ser apenas boa pinta pois bom cozinheiro não é e nem vejo a possibilidade de sê-lo.
Mas vamos as Apis sp ,relatei acima o que aconteceu comigo, certa vez importamos umas rainhas, as primeiras com que tive contato, fui até um apicultor que bota panca de sabe tudo e humildemente pedi suas orientações, meio a conta gotas ele foi me passando algumas informações sobre a substituição da rainha.Peguei as minhas rainhas marcadas com a cor do ano,importadas,todas gordinhas enormes por sinal, e lá fui eu ao apiário.Foi uma tragédia do início ao fim da tentativa de inseri-las nas colméias, e ao final de uma semana estavam todas mortas,e eu quase morto de raiva.
Desta vez resolvi fazer do meu jeito; as rainhas foram compradas de Pindamonhangaba-Centro de Apicultura Tropical/Instituto de Zootecnia. (um sofrimento),após mais de 6 meses de negociação(dezenas de ligações) e eu quase implorando para me fornecerem as rainhas, consegui com muito custo(R$20,00 cada-incluindo despesas) que elas chegassem até mim, na verdade não chegaram pois paguei o SEDEX e tive de retirá-las na agência dos correios, mas sofrer com os correios aqui na Praia Grande-SP não é novidade, o serviço é uma verdadeira mérda!!(com acentuação mesmo,pra ficar mais forte).
Forma de envio correta,com embalagem adequada a ventilação,e documentação correta legalmente exigida.
Observem a documentação enviada,NOTA FISCAL e GTA(GUIA DE TRANSITO ANIMAL) diferente de um fornecedor de rainhas,que tem medo de abelhas e anuncia na internet, e na única revista especializada do país, e não fornece nada de documentação,por isso suas rainhas vem escondidas numa caixinha de papelão.Já comprei dele, uma judiação!!

GTA E NOTA FISCAL
Outra observação o vendedor citado anteriormente, também não possui técnico responsável pela sua criação!Todo errado.

Confesso que esperava mais das rainhas tão faladas na internet e pelos apicultores.Espero estar errado, mas o conjunto que me foi fornecido era muito heterogêneo,rainhas diminutas com uma grande e outras médias, tinham até as pernas e o abdômen pintados.Mas o que importa é o desempenho, que poderemos ver futuramente, e ai sim se tudo der certo multiplicá-las, se merecerem.
Bom como já disse anteriormente, tentei por todos os métodos já expostos por diversos autores(será que são apicultores?), e quase quebro a cara mais uma vez.Então deixei os enxames se reorganizarem e resolvi fazer do meio jeito!
Abrindo a embalagem de postagem,todas as rainhas chegaram bem.


Método
Coloque sua roupa de apicultor, acenda o fumegador e deixe-o reservado ao seu lado, você praticamente não precisará usá-lo.
Tenha em mãos os recipientes onde irá colocar as rainhas que forem retiradas das colméias,e em uma caixa de sapatos,p.ex.,coloque todas as gaiolas onde estão as rainhas novas.É isso mesmo as rainhas velhas são retiradas e imediatamente as novas são colocadas.
Posicione-se atrás da colméia a ser manipulada,de preferencia colméias já sem melgueiras há alguns dias, abra a tampa suavemente,sem alvoroço e sem barulho, coloque de lado e sobre ela você irá apoiar os dois quadros(caixilhos)laterias de um só lado da colméia,para liberar espaço para movimentação dos demais quadros durante a vistoria.
Vá agora retirando os próximos quadros,sempre dos laterias para o centro(escolha um lado para trabalhar eu vou da esquerda para direita), e vá buscando tranquilamente pela rainha,que pode estar entre a barra inferior do quadro e o favo, ou no próprio favo com postura,visualize bem ambos os lados,sempre com movimentos suaves,sem agitar as abelhas,não havendo necessidade de retirá-las dos favos.
Não encontrou, recoloque o quadro na colméia,próximo a parede que foi liberada, no meu caso a do lado esquerdo, sempre olhando o fundo da colméia para ver ser a rainha não esta andando no assoalho, vá fazendo isso quadro a quadro, por mais populoso que seja este enxame teremos no máximo seis quadros com cria para verificar.
Como provavelmente você estará substituindo rainhas velhas, com baixa postura, será mais fácil ainda já que teremos em média três ou quatro quadros com crias falhadas para procurar a rainha, que estará circulando por entre os favos lentamente e facilmente capturada.
Observem que em nenhum momento falei sobre o uso do fumegador, pois acreditem, não o utilizei em nenhum momento,pois não houve agitação nas colméias, já que todo o movimento foi realizado lentamente, já havia colocado o alimento estimulante no meu Boardman modificado de PVC, e alimento proteico( http://duzoo.blogspot.com/2012/02/alimentacao-proteica.html ).Isto distraiu as abelhas momentaneamente,já que em nenhum momento deixaram de se alimentar de ambas ofertas colocadas a sua disposição.
A fixação das rainhas(na própria gaiola de transporte) foi feita nos quadros mais centrais(de cria),com o orifício do lado do candy para baixo e destampado.Eventualmente este método pode exigir a remoção de um dos quadros por questão de espaço, lembre-se também que a tela da gaiola deve ficar a exposição das abelhas para que tenham contato com a nova rainha e haja ventilação.
Deixando descansar até a viajem ao apiário.

Prestem atenção ,outro fato importante é que não retiramos as abelhas que acompanham as rainhas, elas irão ajudar as abelhas da colméia a remover o candy e liberar a nova rainha, além de cuidarem dela até sua aceitação pelo enxame.
Deixe este enxames em paz,por no mínimo uma semana, e só então abra a tampa sem usar fumaça ,para uma inspeção rápida na colméia,evitando remover quadros desnecessariamente,apenas localize a gaiola de transporte e tente ver se a rainha foi liberada e se o enxames esta com a agitação característica de um enxame ativo,com postura e entrada de alimento.Normalmente um enxame sem rainha e em vias de extinção ou se tornar zanganeiro,vai ficando apático, sem agitação nas abelhas, que ficam visualmente desanimadas.
Se isto ocorrer, trate de vistoriá-lo imediatamente e providenciar um quadro com cria nova de outro enxame ou uma nova rainha o mais rápido possível.
Após 21 dias ,já é possível abrir e fazer uma vistoria mais detalhada nos enxames com rainhas novas, avaliar a postura e tudo mais.
Dentro de uma semana coloco fotos, pois estou com problemas na máquina.

Um comentário:

  1. Segue aqui a dica de um amigo do interior de SP,apicultor o senhor Ednaldo.
    1°- encontrar a rainha velha e eliminar.
    2°- esfregar a cabeça da velha rainha entra a gaiola onde esta a nova rainha para que as abelhas da caixa se adaptem com a nova rainha pois é na cabeça que si encontra o feromônio ok.
    3°- colocar a rainha nova com a gaiola fechada isto é muito importante pois si vc colocar com ela aberta no prazo de 24 horas elas vão libertar a rainha e com isso podem matar.
    4°- no sétimo dia abrir a caixa e eliminar todas realeiras e abrir a gaiola para que as abelhas libertem a rainha e depois é só acompanhar para verificar a aceitação e a postura.

    Duvidas estarei a disposição.

    ResponderExcluir