Follow by Email

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Construindo um esticador de arames,com apenas 4 pregos.


Há muito, monto meus quadros e sofro na hora de esticar os arames!Nunca me preocupei muito com a colocação de arames, pois dificilmente centrifugo meus quadros, já que não produzimos mel .Mas é importante saber colocar um arame adequadamente, pois no momento da vistoria das colméias será necessário virar os quadros para visualizar posturas,depósitos de mel,e pólen, estado das crias etc.

Possível ver o arame através do favo puxado pelas abelhas.


Procurando no mercado, por esticadores de arame para quadros de ninho ou melgueira, me deparei com diversos modelos, todos bem simples e todos com o mesmo princípio.Os valores variavam muito, de R$50,00 até uns R$140,00.Mas todos muito parecidos.
Não estando disposto a investir em um equipamento como este, pelo custo e pela utilização esporádica, decidi, continuar a sofrer tracionando os arames com as mãos.Até que tive um insigth , e resolvi bolar um, com o que tinha as mãos.Acreditem, o material qualquer apicultor tem, então mãos a obra, vejam os materiais(4 pregos) e ferramentas nas fotos abaixo:

São necessários:
- 4 pregos, grandes o suficiente para superar a espessura dos quadros
-A bancada que você já utiliza no dia a dia durante o trabalho
-Alicate de sua preferencia, na dúvida uso os dois da foto
-Martelo, prefiro os mais leves como o da foto, menor risco para meus dedos
-Arame de sua preferencia, no caso usamos o n°24 
-Uso um grampeador de tapeceiro, para ganhar tempo,mas pode enrolar o arame também

O primeiro passo, é bater os pregos na bancada, isso mesmo, direto na bancada, num local que não te atrapalhe em outras atividades, penetro os pregos apenas o suficiente para que fiquem firmes, desde que uma porção suficientemente grande para passar as laterais dos quadros em altura fique exposta.
Fixe dois pregos, um do lado do outro, como na foto acima.A distancia ente os pregos, ou seja que ficara de cada lado do quadro Langstroth, é determinada no olhômetro, rsrsrs, mas a dica é; fixe os dois primeiros de um só lado, um ao lado do outro.Encoste o quadro nestes pregos.
Agora veja em que ponto a outra lateral do quadro toca a mesa e marque esta distancia, será aí que ficarão fixados os outros dois pregos,bem acima do local onde a barra lateral do quadro tocou a mesa.

Seu quadrinho, após fixados os pregos deverá ficar como na foto acima,um lado totalmente com a barra lateral tocando os pregos e outro apoiando sobre a cabeça dos mesmos.Isto permitira envergarmos a barra lateral para que ao passarmos os arames e tencioná-los, eles fiquem esticados quando soltemos o quadrinho do meio dos pregos.(vejam foto abaixo)

Tá bom ,mas e agora, cade aquela manivela que pressiona o quadro, fazendo-o envergar? Resposta; eliminamos a manivela e seus custo.Basta uma leve batida com o martelo, apoiando o quadro com a mão por cima e ele deslizará suavemente a posição correta.
Vejam o quadro de ninho apoiado nos pregos de um lado e totalmente apoiado na bancada do outro.


A leve pancadinha que falei na lateral do quadro,pressionando-o para baixo.

Deixem assim mesmo, para passarmos o arame.

Agora começaremos a passar o fio de arame, pelos orifícios, observem que não uso ilhós, acredito serem desnecessários no meu caso, mas em breve colocarei um post sobre a colocação prática de ilhós em quadros de colméias langstroth.
O fio entrando por um dos orifícios em um dos lados.

Após passá-lo por todos os orifícios ,como um cadarço.Importante deixar a folga vista acima, nos dois lados.

Deixando a folga de arame sobre as cabeças dos pregos.

Sem precisar tencionar, a ponta do arame que deu início a passagem ou seja a que termina no último orifício do quadro, deve ser dobrada sobre a lateral da barra e fixada com grampos de tapeceiro, ou enrolada no arame que receberá a cera alveolada.Ficando como na foto abaixo.

Prefiro grampear, pois ganho muito tempo na montagem dos quadros.
Continua no post seguinte, Construindo um esticador de arames,com apenas 4 pregos.-PARTE 2







Nenhum comentário:

Postar um comentário