Follow by Email

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Construindo um esticador de arames,com apenas 4 pregos.-PARTE 2

CONTINUANDO...

Agora, começamos a esticar o arame, começando pela parte que ficou fixada com grampos na barra lateral do quadro, pode puxar moderadamente, apenas com força suficiente para manter o fio esticado, neste momento o fio passará pelos pregos como na foto abaixo.

Estes pregos servirão para manter o fio sem escorregar,mantendo a tenção.




Vejam o fio na primeira linha(superior na foto) previamente tencionado, nas laterias o fio fica pressionado pelos pregos e não perde a tenção, assim com apenas uma mão puxamos o fio a segunda linha com ajuda de uma alicate universal.


Vejam na foto acima o fio bem esticado e seguro pelos pregos.

Na outra lateral, como falta tencionar o último fio do arame, ele ainda está com a folga sobre a cabeça dos pregos, mas ao puxá-lo ele entra facilmente no espaço apertado entre os pregos e a barra lateral dos quadrinhos.

Podemos puxá-lo com auxílio de um alicate.

E estamos chegando ao final,puxando a ponta do arame que ainda será fixada para finalizarmos a fixação do arame.

Neste momento ao olharmo parece que o arame está meio frouxo, é normal, pois a lateral do quadrinho esta pressionada lembram-se, ao liberarmos o quadro dos pregos, ele voltará ao formato normal, garantindo a tenção exata no arame.
Observem na foto acima, que é possível manter o arame bem esticado apenas com um dedo,já que os pregos fazem as vezes das mãos do apicultor, ao manter o fio parado no lugar. 

Batemos o grampo de tapeceiro e quebramos o arame com as mãos girando-o no mesmo lugar, não precisando cortar nem enrolar no quadro.

E assim o quadrinho pode ser liberado facilmente dos pregos voltando a posição inicial, ficando apoiado sobre a cabeça dos pregos e sobre a mesa, como vimos no início.
E como saber se o arame ficou com a força de tenção correta ao final do trabalho, segundo um mestre apicultor que conheço, "o arame estará bom se ao tocá-lo, ouvirmos um som de corda de violão!"
Vejam o vídeo e vão entender o que estou falando.




Nenhum comentário:

Postar um comentário