Follow by Email

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Seria o fim dos Apiários Forte?

Segundo informações dos sites de meteorologia, e de notícias em apenas 2 horas choveu o mesmo que estava previsto para o período de 30 dias, ou seja, um verdadeiro dilúvio em pleno século XXI.
Mesmos assim, com todo otimismo e confiando na estrutura que havíamos instalado, não me saia da cabeça que alguma perda seria possível com tamanha chuva e pelo estado da estrada ao chegarmos a uns 6km da entrada do sítio.

Este caminho era normalmente percorrido entre 10 a 15 minutos de carro, neste dia levamos mais de 40 minutos e graças a um excelente MASSEY FERGUNSON 283, com tração e reduzida, pois se não fosse ele não teríamos sequer chegado perto do sítio neste sábado fatídico.
As fotos abaixo ilustram o tamanho do prejuízo, que ainda não foi calculado, apenas posso afirmar que o prejuízo foi de 100% de material e de animais que morreram ou foram levados pela correnteza, mesmo após buscas incansáveis pelas redondezas, sequer vestígios foram encontrados












Com estas fotos,não preciso fazer comentários.
Bom final de semana a todos!

5 comentários:

  1. Caro amigo Ozorio,

    Eu vou mesmo comentar, essas imagens impressionam muito, mais ainda porque acabei de ver imagens enviadas pelo Kalhil França (Meliponário do Sertão) sobre Rio Grande do Norte onde a seca severa já matou muitas colónias de abelhas, afectando muito a produção de mel.
    Por aqui também passamos uma seca durante o ano de 2012 e este ano os trabalhos já estão atrasados na apicultura porque há meses que não para de de chover.
    Dias melhores virão, espero...

    Forte Abraço
    Joaquim Pifano

    Montedomel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza amigo, apesar de estarmos acostumados com a chuva aqui em nossa região,extremamente úmida, segundo o proprietário das terras ha 30 anos não via algo desta forma.

      Excluir
  2. Agora já sei onde foi parar toda a água que está faltando no Sertão do Rio Grande do Norte, Brasil.

    Por aí um dilúvio, por aqui, no outro lado do atlântico, a maior seca dos últimos 40 anos.

    Vou pedir a São José que faça uma repartição igualitária dessa água, pois não é possível que num País tão pequeno como Portugal receba tanta água, kkkkkkk....

    Boa sorte com as abelhas....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado amigo, seria muito justo esta divisão igualitária das chuvas, kkk

      Excluir
    2. Tanta água???!!!
      Ainda não compensa a seca do ano anterior, nem floração tinhamos para as abelhas...
      Da próxima vez que eu for aí levo água comigo, espero que a alfândega consinta, já que não me deixaram levar mel :))))

      abraços para o Kalhil e para o Ozorio

      Joaquim Pifano

      Excluir