Follow by Email

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Apicultores de Alagoas inauguram Casa do Mel


Casa do mel, modelo de perfeição.

O sonho de produzir mel para comercialização no sertão de Alagoas virou realidade para 60 apicultores brasileiros. Os moradores do assentamento Nova Esperança, localizado na zona rural do município de Olho D’Água do Casado (AL), inauguram, no próximo dia 23, a primeira Casa do Mel da região. A ação é fruto do trabalho da Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) do Ministério da Integração Nacional e será executada pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf).
Com incentivos do ‘Programa Rotas da Integração Nacional’, o projeto da Casa do Mel recebeu recursos para a construção da sede, capacitação dos apicultores e a aquisição de equipamentos e insumos, possibilitando melhores condições para produção e comercialização. A iniciativa do ministério está inserida nas ações do ‘Plano Brasil Sem Miséria’.



De acordo com o coordenador geral de programas sub-regionais da SDR, Marcos Sant’Ana, nesta etapa do trabalho serão fornecidas 580 colmeias e 4,6 mil quilos de cera alveolada para dar início às atividades. “Nosso objetivo é gerar condições para que esses produtores possam trabalhar e garantir uma colheita saudável”, afirma.
Para o presidente da Cooperativa dos Produtores de Mel, Insumos e Derivados Apículas de Alagoas (Coopeapis), Diego Correia, o apoio chega em boa hora, após um longo período de estiagem. “Estamos vindo de uma seca bem severa, que prejudicou demais a produção. Muitos dos profissionais que trabalhavam com mel perderam tudo, sem ao menos colher. Esse é um novo recomeço para muitos de nós e a esperança de tempos melhores no sertão de Alagoas”, conta.
A Casa do Mel de Olho D’Água do Casado atenderá a 13 municípios da região, entre eles Água Branca, Batalha, Pão de Açúcar, Maravilha, Palestina, Pariconha, Piranhas, São José da Tapera e Senador Rui Palmeira. Mais de 144 famílias serão beneficiadas pelo projeto.
Repasse – Os recursos serão repassados à Coopeapis e à Cooperativa dos Produtores de Mel de Abelha e Derivados (Coopmel), que distribuirão os itens entre os cooperados e integrantes de outras quatro associações cadastradas pela Codevasf: Associação dos Moradores da Fazenda Paraíso de Piaçabuçu, Associação dos Apicultores de Pão de Açúcar e Palestina, Associação dos Apicultores de Maravilha e Associação Quilombola Cajá dos Negros de Batalha. A entrega dos kits de produção de apicultura também será realizada no município de Piranhas, onde 48 famílias receberão os benefícios.
Rotas da Integração Nacional – Projetado pela Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR), o “Programa Rotas da Integração” tem como objetivo a estruturação da cadeia produtiva e a integração econômica das regiões menos desenvolvidas do país. As ações contribuem para a concretização dos objetivos do ‘Plano Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR)’ e buscam promover a inclusão socioeconômica das regiões nos mercados nacionais e internacionais de produção, consumo e investimentos.
Compostos pelas rotas do Cordeiro, do Mel, do Peixe, da Fruta e da Economia Criativa, os eixos do Programa formam redes de Arranjos Produtivos Locais (APLs). O desenvolvimento das rotas - setorialmente interligados - contribui para a geração de renda, viabilidade de crédito, novas oportunidades de investimento e impulsos para a economia local.

Fonte: Ascom

Um comentário:

  1. Assim como muitas casas do mel inauguradas com recursos públicos ou subsidiadas parcialmente por órgãos do governo ou fundações.Esperamos que mais está não fique a disposição de apenas uma minoria politizada, impedindo assim a geração de renda e mais, a distribuição de dignidade dentro do povo sofrido que compõe a categoria apícola no país.

    ResponderExcluir